[1]
Y. D. S. de Campos, “ A imaterialidade do patrimônio cultural e a lei Robin Hood: a inserção da categoria imaterial do patrimônio como pontuação para o repasse de ICMS cultural em Minas Gerais ”, Rev. CPC, nº 11, p. 87-102, abr. 2011.