Dançarinos de quadrilha junina: um divertimento que é trabalho?

Autores

  • Natália Bezerra da Silva Centro de Referência da Assistência Social, Brejo da Madre de Deus, PE
  • Thelma Maria Grisi Velôso Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB
  • Francinaldo do Monte Pinto Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v18i1p1-14

Palavras-chave:

Representações sociais, Dançarinos de quadrilha junina, Trabalho

Resumo

Nos festejos juninos de Campina Grande, PB, conhecidos como “O maior São João do mundo”, as quadrilhas juninas são consideradas um grande ícone da festa. A partir de uma pesquisa realizada com dançarinos de quadrilha dessa cidade, nos ocuparemos, neste artigo, das representações sociais que são construídas sobre essa atividade. Foram realizadas, além da observação participante, vinte entrevistas semiestruturadas com dançarinos de ambos os sexos, das quadrilhas Arraial da Felicidade e Mistura Gostosa. A análise dos dados, operada pelo método hermenêutico-dialético, evidenciou que os dançarinos de quadrilhas juninas constroem diferentes representações sobre essa atividade: divertimento, lazer, prazer, responsabilidade e trabalho. Por fim, observou-se que os entrevistados constroem um discurso que enfatiza os efeitos positivos dessa atividade, o reconhecimento social, o entrosamento coletivo e a realização pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Bezerra da Silva, Centro de Referência da Assistência Social, Brejo da Madre de Deus, PE

Psicóloga Educacional da Escola Menino Jesus em Santa Cruz do Capibaribe, PE. Psicóloga do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) São Domingos em Brejo da Madre de Deus, PE.  

Thelma Maria Grisi Velôso, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

Professora do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Professora do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e em Psicologia da Saúde, ambos da UEPB.  

Francinaldo do Monte Pinto, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

Professor do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Professor do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da UEPB. 

Downloads

Publicado

2015-06-23

Como Citar

Silva, N. B. da, Velôso, T. M. G., & Pinto, F. do M. (2015). Dançarinos de quadrilha junina: um divertimento que é trabalho?. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 18(1), 1-14. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v18i1p1-14

Edição

Seção

Artigos Originais