“Nunca pensei sobre isso!”: vivências de trabalho na indústria metalmecânica

Autores

  • Maristela Rancan Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS
  • Carmem Regina Giongo Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v18i1p90-103

Palavras-chave:

Psicodinâmica do trabalho, Sofrimento, Saúde mental, Metalúrgicos, Psicologia do trabalho

Resumo

É de fundamental importância entender as relações existentes entre o trabalho e os processos de saúde/doença mental, visando ao desenvolvimento de ações de prevenção e promoção da saúde do trabalhador. Diante da escassez de estudos que privilegiem esse aspecto entre os trabalhadores que atuam na indústria metalmecânica no Brasil, esta pesquisa tem o objetivo de analisar as vivências de trabalho de profissionais inseridos no contexto metalmecânico para compreender a dinâmica saúde/doença mental no trabalho. Através de um delineamento exploratório-descritivo, a pesquisa foi orientada teoricamente pela Psicodinâmica do Trabalho. Foram entrevistados individualmente oito trabalhadores da indústria metalmecânica da região de Caxias do Sul (RS), com idades entre 20 e 54 anos. Como instrumentwwwos de coleta de dados foram utilizados um questionário sociodemográfico e entrevista semiestruturada. Os dados foram examinados por análise de conteúdo. Os resultados apontaram claramente para o intenso processo de sofrimento e para o grande risco de adoecimento dos trabalhadores entrevistados, evidenciando a necessidade de problematizar e repensar as relações e a configuração do trabalho metalmecânico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-23

Como Citar

Rancan, M., & Giongo, C. R. (2015). “Nunca pensei sobre isso!”: vivências de trabalho na indústria metalmecânica. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 18(1), 93-106. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v18i1p90-103

Edição

Seção

Artigos Originais