Mulheres profissionais do sexo e o consumo excessivo de álcool

Autores

  • Daniela Pereira Di Bonifácio Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Rafael De Tilio Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i1p29-43

Palavras-chave:

Prostituição, Alcoolismo, Profissionais do sexo

Resumo

A prostituição é considerada uma das profissões mais antigas existentes, porém ainda é muito discriminada (por motivos como promiscuidade, pecado e ameaça à saúde) e apresenta fatores de risco, dentre eles, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas. O objetivo desta pesquisa foi investigar o consumo de álcool por profissionais do sexo feminino, indagando sobre os principais fatores ambientais envolvidos, a trajetória de vida e relações sociais das profissionais. Foram realizadas entrevistas com seis participantes, todas profissionais do sexo numa cidade do Triângulo Mineiro/MG. Os principais resultados apontam que o ambiente de trabalho e o elevado consumo de bebidas alcoólicas pelas profissionais do sexo estão relacionados à comissão que elas recebem por este consumo, porém com consequências para a própria saúde que nem sempre são reconhecidos. Além disso, as participantes dissociam suas identidades entre a do mundo do trabalho e das demais relações sociais como estratégia de enfrentamento das dificuldades no mundo do trabalho

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-01

Como Citar

Bonifácio, D. P. D., & Tilio, R. D. (2016). Mulheres profissionais do sexo e o consumo excessivo de álcool. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 19(1), 29-43. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i1p29-43

Edição

Seção

Artigos Originais