Relações de trabalho em uma universidade pública: atividade de servidores técnicos administrativos

Autores

  • Beatriz Cysne Coimbra Universidade Federal do Espírito Santo
  • Maria Elizabeth Barros de Barros Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i1p89-101

Palavras-chave:

Análise do trabalho, Clínica da Atividade, Poder de agir

Resumo

O artigo trata de uma pesquisa-intervenção realizada com funcionários técnicos administrativos de uma Instituição Federal de Ensino Superior (IFES) que ocupam o cargo de assistente em administração. O objetivo principal da investigação foi analisar o trabalho sob o ponto de vista da atividade. A metodologia utilizada se baseou no referencial teórico-metodológico da Clínica da Atividade, proposta por Yves Clot e seus colaboradores. A oficina de fotos foi utilizada como procedimento metodológico. O grupo foi composto por 10 funcionários de diferentes setores da universidade, entre os quais, três se dispuseram a fotografar cenas do cotidiano do trabalho. Tais fotos foram estratégia utilizada para disparar diálogos sobre o trabalho que realizam. A pesquisa indica que os trabalhadores procuram se reinventar e elaborar maneiras outras para enfrentar situações de trabalho que os desafiam, buscando modos diversos de atuar, o que se faz a partir da ampliação do poder de agir

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-01

Como Citar

Coimbra, B. C., & Barros, M. E. B. de. (2016). Relações de trabalho em uma universidade pública: atividade de servidores técnicos administrativos. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 19(1), 89-101. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i1p89-101

Edição

Seção

Artigos Originais