Drogas e trabalho: considerações sobre atenção a trabalhadores usuários de drogas

Autores

  • Fábio José Orsini Lopes Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i2p209-220

Palavras-chave:

Drogas, Trabalho, Atenção em saúde, Organização do trabalho

Resumo

Este ensaio versa sobre as relações entre uso de drogas e trabalho. Tem como objetivo central discutir os modelos e práticas de atenção aos trabalhadores usuários de drogas no âmbito da organização do trabalho e em consonância com a atual política de atenção integral a esses usuários. Inicia trazendo algumas contribuições de pesquisas que compõem o campo e apresenta as diretrizes centrais da política nacional de atenção integral aos usuários de drogas. O artigo considera que tanto o uso de drogas quanto o trabalho estão em relação direta com a conformação subjetiva e com a busca de equilíbrio e normalidade em saúde. Assim, os fenômenos de uso e abuso de drogas também podem ser apreendidos através de sua relação, direta e muitas vezes causal, com a organização e a natureza do trabalho como fazer humano nos planos identitário e social. Os resultados apontam para desafios na concretização do paradigma de superação do proibicionismo e na assimilação da lógica de redução de danos, pois as relações e a organização do trabalho parecem se mostrar tão vitais quanto despreparadas para alguma revisão ou transformação fundamental na atenção ao trabalhador usuário de drogas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-14

Como Citar

Lopes, F. J. O. (2016). Drogas e trabalho: considerações sobre atenção a trabalhadores usuários de drogas. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 19(2), 209-220. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v19i2p209-220