A terceirização e os trabalhadores: revisitando algumas questões

Autores

  • Jacob Carlos Lima Universidade Federal de São Carlos; Departamento de Sociologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v13i1p17-26

Palavras-chave:

Terceirização, Subcontratação, Precarização do trabalho

Resumo

O objetivo deste artigo é introduzir a questão da terceirização e suas consequências para os trabalhadores. Apesar de não se constituir em novidade no capitalismo, uma vez que formas de subcontratação sempre estiveram presentes na produção industrial e mesmo de serviços, a externalização de atividades atingiu um grau sem precedentes no contexto do capitalismo flexível. Forma de redução de custos e aumento da competitividade empresarial, no geral, tem significado para os trabalhadores precarização do trabalho e das relações de emprego. Entretanto, esse processo é diversificado e complexo. Para discutir essa diversidade e seus efeitos para os trabalhadores, revisitamos de forma breve algumas questões como a reespacialização da produção e a imaterialidade de serviços e situações pontuais tais como a utilização de cooperativas de trabalho, novas e velhas ocupações como a construção civil e o telemarketing e as formas de diferenciação/estigmatização dos trabalhadores em grandes empresas conforme o tipo de contrato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-01-01

Como Citar

Lima, J. C. (2010). A terceirização e os trabalhadores: revisitando algumas questões. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 13(1), 17-26. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v13i1p17-26

Edição

Seção

Artigos