“Mulheres guerreiras”: identidade feminina e profissional entre vendedoras ambulantes da cidade de São Paulo

Autores

  • Marcos Roberto Vieira Garcia Universidade Federal de São Carlos
  • Adriana Segre Universidade Paulista
  • Alessandra Fernandes Baccaro Universidade Paulista
  • Lígia Maria Silva Universidade Paulista
  • Luciclécia Costa Universidade Paulista
  • Miriam Simões Cândido Universidade Paulista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v13i1p27-42

Palavras-chave:

Vendedores ambulantes, Identidade feminina, Identidade profissional

Resumo

Este artigo se originou de uma pesquisa qualitativa realizada por meio de entrevistas semi-abertas com 20 mulheres vendedoras ambulantes da cidade de São Paulo. A pesquisa buscou investigar como se articulam as questões de trabalho e de gênero entre estas mulheres, a partir do referencial da identidade na Psicologia Social. Os resultados mostraram que o comércio ambulante aparece para elas como alternativa ao desemprego. Como em outras atividades do setor autônomo da economia, há entre elas constante sub-remuneração, implícita na elevada carga horária e no emprego de familiares no preparo das mercadorias a serem vendidas: geralmente comida em suas diversas formas. A produção de comida mostrou uma relação de continuidade com as representações de feminilidade mais comuns em nossa sociedade. Sua comercialização nas ruas, porém, implica em um rompimento com as prescrições de gênero na cultura brasileira, que associam a rua a um lugar masculino. As consequências da opressão de classe e de gênero em relação a estas mulheres mostraram a necessidade de incentivo ao cooperativismo entre elas, possibilitando um enfrentamento desta opressão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-01-01

Como Citar

Garcia, M. R. V., Segre, A., Baccaro, A. F., Silva, L. M., Costa, L., & Cândido, M. S. (2010). “Mulheres guerreiras”: identidade feminina e profissional entre vendedoras ambulantes da cidade de São Paulo. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 13(1), 27-42. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v13i1p27-42

Edição

Seção

Artigos