Os bastidores da produção de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte: degradação das condições de trabalho e saúde dos pirotecnistas

Autores

  • Carlos Eduardo Carrusca Vieira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Ana Cláudia de Oliveira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Ionára Alves da Silva Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Rafaela Isabel Couto Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v15i1p135-152

Palavras-chave:

Saúde mental e trabalho, Ergonomia da atividade, Clínica da atividade, Pirotecnia, Psicologia do trabalho

Resumo

A cidade de Santo Antônio do Monte é considerada o 2º maior polo mundial de produção de fogos de artifício, sendo a pirotecnia a principal atividade econômica da região. Entretanto, o trabalho na indústria pirotécnica tem suscitado sérias preocupações das entidades sindicais e dos pesquisadores, bem como dos trabalhadores e suas famílias. Os acidentes de trabalho nesse setor são, geralmente, fatais ou mutilantes, havendo, ainda, registros de doenças relacionadas ao trabalho. Por isso, neste estudo almejou-se analisar as repercussões do processo de produção de fogos de artifício sobre a saúde e segurança desses trabalhadores. Os estudos da Psicopatologia do Trabalho e da tradição francesa de análise ergonômica constituíram as principais referências deste estudo. Para a realização desta pesquisa, utilizou-se uma estratégia metodológica pluridimensional, que reuniu e articulou dados estatísticos, empíricos (fatos clínicos, relatos, observações) e documentais. Os resultados revelam que os trabalhadores estão sujeitos a acidentes decorrentes do exercício de funções para as quais não foram adequadamente treinados, bem como a uma atividade penosa e nociva, geradora de lesões por esforço repetitivo (LERs) e doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho. As mulheres que trabalham nesse setor também enfrentam o assédio sexual praticado por prepostos dos empregadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-01

Como Citar

Vieira, C. E. C., Oliveira, A. C. de, Silva, I. A. da, & Couto, R. I. (2012). Os bastidores da produção de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte: degradação das condições de trabalho e saúde dos pirotecnistas. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 15(1), 135-152. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v15i1p135-152

Edição

Seção

Artigos