[1]
N. B. da Silva, T. M. G. Velôso, e F. do M. Pinto, “Dançarinos de quadrilha junina: um divertimento que é trabalho?”, Cad. Psicol. Soc. Trab., vol. 18, nº 1, p. 1-14, jun. 2015.