[1]
M. G. dos Santos e Álvaro R. C. Merlo, “Temporalidades rurais: trabalho feminino, sentidos e organização do tempo”, Cad. Psicol. Soc. Trab., vol. 22, nº 2, p. 199-216, dez. 2019.