Literatura e música: voz, escuta e reencantamento

Autores

  • Maria Luiza Berwanger da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.i31p19-31

Palavras-chave:

Discurso literário, Discurso musical, Sujeito, Subjetividade, Voz, Inusitado

Resumo

Tomando como ponto de partida o pensamento de Roland Barthes, Claude Lévi-Strauss e Charles Baudelaire sobre a eficácia da relação Literatura/Música, o presente estudo examina efeitos produzidos pelo diálogo estabelecido entre esses dois campos artísticos postos em intersecção. Nesse sentido, verifica-se que o conjunto de efeitos gerados compõe certa zona de convergência configurada pela experiência do “inusitado” vivenciada pelo sujeito. Elucida-se tal vivência com base na reflexão do filósofo François Jullien que o justifica pelo conceito de “transformações silenciosas” enquanto aflorar de sensações inesperadas. Seja em L’Obvie et l’obtus e em La Préparation du roman, de Barthes, seja em Tristes Trópicos e em Olhar Escutar Ler, de Lévi-Strauss, e seja em Critique musicale, de Baudelaire, a ênfase sobre a liberdade de escuta do sujeito-espectador permite verificar a eficácia de Literatura e Música associadas pelo reencantamento singular que produz na subjetividade expandida e em constante redescoberta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTHES, Roland. L’Obvie et l’obtus (Essais critiques III). Paris: Seuil, 1982.

BARTHES, Roland. La Préparation du roman I et II (Cours et séminaires au Collège de France 1978-1979 et 1979-1980). Texte établi, anoté et présenté par Nathalie Léger. Paris: Seuil, IMEC, 2003.

BAUDELAIRE, Charles. Critique musicale. In: Œuvres Complètes II. Paris: Gallimard, 1976.

BERWANGER DA SILVA, Maria Luiza. O ideário simbolista: literatura e música. In: MARQUES, Reinaldo; BITTENCOURT, Gilda Neves (Orgs.). Limiares críticos. Belo Horizonte: Autêntica, 1988. p. 215-225.

JULLIEN, François. As transformações silenciosas. Trad. de Maria Luiza Berwanger da Silva. Londrina: Eduel, 2018.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Olhar, Escutar, Ler. Tradução de Beatriz Perrone-Moisés. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. Tradução de Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. Trad. de José Miranda Justo. Lisboa: Orfeu Negro, 2010.

WAGNER, Richard. Lettre sur la Musique. Extraída em: <http://www.gallimard.fr › Hors-serie>, consultada em 06 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

Silva, M. L. B. da. (2021). Literatura e música: voz, escuta e reencantamento. Revista Criação & Crítica, 31(31), 19-31. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.i31p19-31

Edição

Seção

Artigos