Gonçalo M. Tavares: brincando de ser clássico

Autores

  • Telma Maciel da Silva Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v4i6p1-17

Palavras-chave:

Gonçalo M. Tavares, Literatura Portuguesa, Cânone.

Resumo

Este artigo pretende analisar dois projetos do escritor português Gonçalo M. Tavares. O caráter dialógico de sua obra vem atraindo a atenção de críticos e leitores em todo o mundo. Neste ensaio, discute-se a série de livros "O Bairro", além da coletânea Biblioteca, obras em que há um trabalho de releitura dos autores clássicos. Os conceitos de tradição e cânone são revisitados aqui a fim de verificar de que maneira Tavares estabelece uma relação dialógica com alguns dos mais importantes autores da história da literatura, não sob o signo da influência, mas como o resultado de todo um processo de leitura e criação que o autor se propõe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-15

Como Citar

Silva, T. M. da. (2011). Gonçalo M. Tavares: brincando de ser clássico. Revista Criação & Crítica, (6), 1-17. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v4i6p1-17

Edição

Seção

Artigos