A mulher negra e as relações de poder em Mariana, de Machado de Assis

Palavras-chave: Machado de Assis; Escravidão; Mulher negra; Relações de poder

Resumo

Abordar as relações de poder existentes durante a vigência da instituição da escravidão envolve levantar um misto de questões que enredam a situação do negro que se encontra inserido em um ambiente escravocrata profundamente marcado por um amplo domínio da elite branca em uma sociedade pautada pelas regras do patriarcalismo oitocentista brasileiro. Aproximar-se dessa abordagem através de uma análise aprofundada da situação de Mariana, personagem principal do conto homônimo de Machado de Assis que foi publicado em janeiro de 1871, expõe as diferentes formas como essas relações de poder podem ser causadoras de uma condição de extrema dependência capaz de interferir de maneira significativa na vida tanto da mulher negra e escrava, em situação de privação da liberdade, quanto de seus senhores, permitindo perceber a maneira como o negro vem representado na obra machadiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BIM, Leda Marana. Amor e morte: uma comparação dos contos “Pai contra mãe” e “Mariana”. In: BERNARDO, G.; MICHAEL, J.; SCHÄFFAUER, M. (Orgs.). Machado de Assis e a escravidão. São Paulo: Annablume, 2010. p. 115-124.
CHALHOUB, Sidney. Machado de Assis: historiador. São Paulo, Companhia das Letras, 2003.
DUARTE, Eduardo de Assis. Estratégias de caramujo. In. MACHADO DE ASSIS, J. M. Machado de Assis Afrodescendente: escritos de caramujo [antologia]. Organização, ensaio e notas: Eduardo de Assis Duarte. 2. ed. Rio de Janeiro: Pallas; Belo Horizonte: Crisálida, 2009. p. 249-288.
HAPKE, Ingrid. Tomando liberdades: o escravo “fora do lugar”. In: BERNARDO, G.; MICHAEL, J.; SCHÄFFAUER, M. (Orgs.). Machado de Assis e a escravidão. São Paulo: Annablume, 2010. p. 101-114.
MACHADO DE ASSIS, Joaquim Maria. Mariana. In: _______. Obra completa em quatro volumes. São Paulo: Nova Aguilar, 2015. v. 2, p. 978-990.
Publicado
2019-08-03
Como Citar
Vieira, A. (2019). A mulher negra e as relações de poder em Mariana, de Machado de Assis. Revista Crioula, 1(23), 54-65. https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2019.155680
Seção
Dossiê 23: A experiência étnico-racial nas literaturas de língua portuguesa