Violência contra a mulher negra

do racismo ao estupro

  • Cinthia da Silva Belonia Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: Gênero, Violência, Hipersexualização, Racismo

Resumo

Este artigo pretende analisar a condição da mulher negra no período colonial a partir da narrativa de Isabela Figueiredo, Caderno de memórias coloniais (2010), abordando como o racismo era justificativa para toda a violência sofrida pela mulher negra durante o período colonial em Moçambique. A análise partirá de bell hooks e Angela Davis, dentre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cinthia da Silva Belonia, Universidade Federal Fluminense
Graduada em Letras-Português pela Universidade Federal do Espírito Santo e mestranda em Literaturas Estrangeiras Modernas pela Universidade Federal Fluminense

Referências

COSTA, Sérgio. Dois Atlânticos: teoria social, anti-racismo, cosmopolitismo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. Tradução: Heci Regina Candiani. 1. ed. São Paulo: Boitempo, 2016.

DESPENTES, Virginie. Teoria King Kong. Trad. Márcia Bechara. São Paulo: n-1 edições, 2016.

FANON, Frantz. Pele negra máscaras brancas. Trad. Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

FIGUEIREDO, Isabela. Caderno de memórias coloniais. 4. ed. Coimbra: Angelus Novus, 2010.

HOOKS, bell. Não serei eu mulher?As mulheres negras e o feminismo. Tradução: Nuno Quintas. Lisboa: Orfeu Negro, 2018.

MEMMI, Albert. Retrato do Colonizado precedido do Retrato do Colonizador. Trad. Marcelo Jacques de Moraes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

RIBEIRO, Djamila. Quem tem medo do feminismo negro? 1ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

SANTOS, Boaventura de Souza. Pela mão de Alice: O social e o político na transição pós-moderna. São Paulo: Cortez, 1997.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
Belonia, C. (2019). Violência contra a mulher negra. Revista Crioula, (24), 214-221. https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2019.163163
Seção
Dossiê 24: Dissidências de gênero e sexualidade nas literaturas de LP