A vaia viva de Augusto de Campos

Autores

  • Isis Diana Rost Universidade Federal do Maranhão

Palavras-chave:

Navilouca, Poesia Concreta, Augusto de Campos, VIVA VAIA

Resumo

O enfoque deste ensaio é comentar MONUMENTO À VAIA, escrito em 1972 para compor a Navilouca, almanaque organizado por Torquato Neto e Waly Salomão. É composto por VIVA VAIA – Magnum Opus do poeta concreto Augusto de Campos, inspirado na vaia recebida por Caetano Veloso no III Festival Internacional da Canção, em 1968. Foram utilizadas principalmente as contribuições de CAMPOS (1993) e VELOSO (1997).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isis Diana Rost, Universidade Federal do Maranhão

Bacharel em ciências sociais pela UFMA. Publicou o livro "O Risco do Berro - Torquato, neto Morte e Loucura" (2017). Lançou os e-books "Breu" (2018) e "O Declínio da Narrativa" (2020). É uma das organizadoras do livro "Transas da Contracultura Brasileira" (2020). Atua na área de pesquisa e crítica literária, com experiência nos seguintes temas: contracultura e Imprensa alternativa. Envolvida em experimentações gráficas e editoriais na editora Passagens. No momento, está cursando mestrado acadêmico em literatura, pela UESPI.

Referências

BALAKIAN, Anna. O Simbolismo. Trad. José Bonifácio. São Paulo: Perspectiva, 2007.
BRANCO, E. de A. C. Pernambucália: outras verdades tropicais. Revista Eletrônica da ANPHLAC, [S. l.], n. 6, 2013.
CAMPOS, Haroldo; Pignatari, Décio; Campos, Augusto. TEORIA DA POESIA CONCRETA: Textos críticos e manifestos 1950-1960. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2006.
CAMPOS, Augusto de. O balanço da bossa e outras bossas. 5ª edição. São Paulo: Perspectiva, 1993.
JACKSON, Kenneth D. Augusto de Campos e o trompe-l’oeil da poesia concreta. In: SÜSSEKIND, Flora; GUIMARÃES, Júlio Castañon (org.). Sobre Augusto de Campos. Rio de Janeiro: 7Letras, 2004, p. 11-35.
LUCIO, Amanda C. F. Navilouca – uma experiência do encontro entre arte e vida. Revista Epígrafe, São Paulo, v. 9, n. 1, pp. 155-189, 2020.
PERRONE, Charles A. Viva vaia: para compreender Augusto de Campos (via EUA). SÜSSEKIND, Flora; GUIMARÃES, Júlio Castañon (org.). Sobre Augusto de Campos. Rio de Janeiro: 7Letras: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2004, p. 209-218.
TOLENTINO, Bruno. Os Sapos de Ontem (Prólogo). Rio de Janeiro: Diadorim, 1995.
VELOSO, Caetano. Verdade tropical. São Paulo: Companhia das letras, 1997.

Downloads

Publicado

2021-03-24

Como Citar

Rost, I. D. (2021). A vaia viva de Augusto de Campos. Revista Crioula, 26(1), 65-78. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/crioula/article/view/175069

Edição

Seção

Dossiê 26: Relações entre literatura e música na produção de língua portuguesa