O FEMININO EM DOIS ROMANCES DE LÍDIA JORGE E PAULINA CHIZIANE 

  • Débora Leite David Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: identidade, mito, desconstrução, feminino

Resumo

NA ANÁLISE COMPARATIVA DOS ROMANCES A COSTA DOS MURMÚRIOS, DE LÍDIA JORGE, E VENTOS DO APOCALIPSE, DE PAULINA CHIZIANE, INTERESSA-NOS AS FIGURAS FEMININAS QUE PARTICIPAM DE MODO NUCLEAR NAS RESPECTIVAS TRAMAS. EM COMUM EXISTEM AS MULHERES CONSIDERADAS COLETIVAMENTE E AQUELAS ANÔNIMAS, ESPÉCIE DE DISTORÇÃO IMAGÉTICA QUE AS DESLOCAM DE SUAS REFERÊNCIAS IDENTITÁRIAS, MAS QUE É SUPERADA PELO DIÁLOGO ATIVO NAS SITUAÇÕES SOCIAIS QUE LHES SERVEM DE REFERÊNCIA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Leite David, Universidade de São Paulo (USP)
Doutoranda em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, FFLCH-USP. Pesquisa: O desencanto utópico ou o juízo final: Um estudo comparado entre "A costa dos murmúrios", de Lídia Jorge e "Ventos do apocalipse", de Paulina Chiziane.
Publicado
2007-05-01
Como Citar
David, D. (2007). O FEMININO EM DOIS ROMANCES DE LÍDIA JORGE E PAULINA CHIZIANE . Revista Crioula, (1). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2007.52674
Edição
Seção
Dossiê: A voz feminina nas literaturas de língua portuguesa