FUSTIGAR OS DOGMAS: SINGULARIDADES DA CRÍTICA AFRICANA E AFRICANISTA

  • Sueli Saraiva Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: literatura africana, crítica, forma, conteúdo, cânone

Resumo

NESTE TEXTO, PROPOMOS FAZER ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O ESTUDO DAS LITERATURAS AFRICANAS CONTEMPORÂNEAS, APONTANDO PARA OS DESAFIOS POSTOS À CRÍTICA VOLTADA PARA AS OBRAS PRODUZIDAS EM ANGOLA E MOÇAMBIQUE, TENDO EM VISTA QUESTÕES COMO FORMA, CONTEÚDO, CONCEITOS DOGMÁTICOS E CÂNONE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sueli Saraiva, Universidade de São Paulo (USP)
Mestranda em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa. Bolsista CAPES. Pesquisa: A atualização do romance nas obras de Boaventura Cardoso e de Mia Couto: A experiência do tempo na narrativa.
Publicado
2007-11-01
Como Citar
Saraiva, S. (2007). FUSTIGAR OS DOGMAS: SINGULARIDADES DA CRÍTICA AFRICANA E AFRICANISTA. Revista Crioula, (2). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2007.53573
Seção
Dossiê: Literaturas da contemporaneidade