RETENÇÕES DE SILÊNCIO NO ENTREMEAR DE VOZES: NOTAS POLIFÔNICAS NA ESCRITA ANTUNIANA

  • Tatiana Prevedello Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)
Palavras-chave: silêncio, memória, polifonia, Lobo Antunes, Bakhtin

Resumo

AS OBRAS EU HEI-DE AMAR UMA PEDRA E BOA TARDE ÀS COISAS AQUI EMBAIXO, DE ANTÓNIO LOBO ANTUNES, AO ENREDAREM IMPRESSÕES MEMORIALISTAS, SITUAÇÕES EXISTENCIAIS E FATOS HISTÓRICOS DE PERSONAGENS RECLUSAS EM CALABOUÇOS DE SILÊNCIO E SOLIDÃO POSSIBILITAM, COM BASE NOS PRESSUPOSTOS TEÓRICOS DE BAKHTIN, UMA ANÁLISE DOS RECURSOS POLIFÔNICOS QUE SE ENTRELAÇAM À TESSITURA NARRATIVA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Prevedello, Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)
Doutoranda em Literaturas e Culturas Românicas. Pesquisa: “Da expressão do tempo ao estilhaçamento do eu: figurações da memória em Lobo Antunes”.
Publicado
2009-05-01
Como Citar
Prevedello, T. (2009). RETENÇÕES DE SILÊNCIO NO ENTREMEAR DE VOZES: NOTAS POLIFÔNICAS NA ESCRITA ANTUNIANA. Revista Crioula, (5). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2009.54937
Edição
Seção
Dossiê: Tendências da literatura portuguesa contemporânea