A SEMIÓTICA DE A BONECA E O SACI: ANÁLISE COMPARATIVA DO LIVRO INFANTIL COM A BIOGRAFIA DE MONTEIRO LOBATO

  • Sersi Bardari Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: literatura infantil, semiótica, intertextualidade

Resumo

APLICAÇÃO DA SEMIÓTICA DE CHARLES SANDERS PEIRCE NA ANÁLISE DA OBRA A BONECA E O SACI, ESCRITA POR LINO DE ALBERGARIA E ILUSTRADA POR ANDRÉA VILELA, EM COMPARAÇÃO COM A BIOGRAFIA MONTEIRO LOBATO: FURACÃO NA BOTOCÚNDIA, DE CARMEN LUCIA AZEVEDO E OUTROS. COM O AUXÍLIO DAS TRÍADES RELATIVAS À TEORIA PEIRCEANA, PROCUROU-SE RECONHECER COMO AUTOR E ILUSTRADORA UTILIZAM A TÉCNICA DA APROPRIAÇÃO PARA ESTILIZAR E PARAFRASEAR FRAGMENTOS DA OBRA DE MONTEIRO LOBATO E DE SUA BIOGRAFIA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sersi Bardari, Universidade de São Paulo (USP)
Doutor em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa e Mestre em Filologia e Língua Portuguesa.
Publicado
2009-05-01
Como Citar
Bardari, S. (2009). A SEMIÓTICA DE A BONECA E O SACI: ANÁLISE COMPARATIVA DO LIVRO INFANTIL COM A BIOGRAFIA DE MONTEIRO LOBATO. Revista Crioula, (5). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2009.54947
Edição
Seção
Artigos e ensaios