O CANTO DO GALO, O POUSO DA MOSCA: ESBOÇO DE EXCLUSÃO EM MANUEL LOPES E GRACILIANO RAMOS

Autores

  • Maria Luzia Carvalho de Barros Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2010.55313

Palavras-chave:

Fome, Marginalidade, Contos do século XX

Resumo

O TEXTO PRETENDE ABORDAR O FENÔMENO DA FOME A PARTIR DA LITERATURA, TENDO COMO OBJETOS ESTÉTICOS OS CONTOS “GALO CANTOU NA BAÍA”, DE MANUEL LOPES, E “UM LADRÃO”, DE GRACILIANO RAMOS, E COMO REFERENCIAL TEÓRICO AS OBSERVAÇÕES FEITAS PELO GEÓGRAFO PERNAMBUCANO JOSUÉ DE CASTRO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Luzia Carvalho de Barros, Universidade de São Paulo (USP)

Mestranda em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2010-11-01

Como Citar

Barros, M. L. C. de. (2010). O CANTO DO GALO, O POUSO DA MOSCA: ESBOÇO DE EXCLUSÃO EM MANUEL LOPES E GRACILIANO RAMOS. Revista Crioula, (8). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2010.55313