AS CRÔNICAS INÉDITAS DE JORGE AMADO: UM COMUNISTA NA HORA DA GUERRA

Autores

  • Márcio Henrique Muraca Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55373

Palavras-chave:

Crônicas, Jorge Amado, Comunismo, Guerra

Resumo

ESTE ARTIGO ABORDA AS CRÔNICAS ESCRITAS POR JORGE AMADO NA ÉPOCA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, APROXIMANDO O PLANO LITERÁRIO (GÊNERO CRÔNICA) DO PLANO HISTÓRICO (FATOS DO CONFLITO SOB A ÓTICA DE UM ESCRITOR COMUNISTA). TAIS CRÔNICAS FORAM PUBLICADAS ENTRE 1942-1945 NO JORNAL BAIANO O IMPARCIAL E 103 DELAS FORAM REUNIDAS EM LIVRO POR MYRIAM FRAGA E ILANA SELTZER GOLDSTEIN, EM 2008.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Henrique Muraca, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Mestrando em Teoria Literária na Universidade Federal de Uberlândia, bolsista FAPEMIG, projeto intitulado Jorge Amado: Um Cronista da Guerra.

Downloads

Publicado

2011-05-01

Como Citar

Muraca, M. H. (2011). AS CRÔNICAS INÉDITAS DE JORGE AMADO: UM COMUNISTA NA HORA DA GUERRA. Revista Crioula, (9). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55373

Edição

Seção

Dossiê: Marxismo e Literatura