ASPECTOS DA FORMAÇÃO FEMININA NO ROMANCE A MURALHA DE DINAH SILVEIRA DE QUEIROZ

Autores

  • Maria Braga Barbosa Universidade de Brasília (UnB)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55380

Palavras-chave:

Bildungsroman, Colonialismo, Mulher, Transgressão, Impossibilidade

Resumo

O ROMANCE A MURALHA DE DINAH SILVEIRA DE QUEIROZ PODE SER LIDO COMO UM ROMANCE DE FORMAÇÃO (BILDUNGSROMAN) FEMININO, EMBORA ALGUMAS TRANSGRESSÕES SEJAM FEITAS AO GÊNERO, JÁ QUE SE TRATA DE UMA NARRATIVA QUE SE PASSA NO INÍCIO DA ERA COLONIAL BRASILEIRA. A PARTIR DESTA LEITURA É POSSÍVEL DEPARAR COM UM NARRADOR QUE VOLTA OS OLHOS SOBRE A CONDIÇÃO DA MULHER EUROPEIA IMERSA NO PERIGOSO, LONGÍNQUO E ASSUSTADOR MUNDO DA COLÔNIA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Braga Barbosa, Universidade de Brasília (UnB)

Mestranda em Literatura dentro da linha de pesquisa Crítica Literária, pela Universidade de Brasília; professora de Língua Portuguesa-Literatura do Instituto Federal de Brasília.

Downloads

Publicado

2011-05-01

Como Citar

Barbosa, M. B. (2011). ASPECTOS DA FORMAÇÃO FEMININA NO ROMANCE A MURALHA DE DINAH SILVEIRA DE QUEIROZ. Revista Crioula, (9). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55380

Edição

Seção

Artigos e ensaios