DUAS VERSÕES DRAMÁTICAS DO MITO DO FILHO DO SOL

  • Carlos Junior Gontijo Rosa Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Palavras-chave: Releitura, Tragicomédia, Fábula, Mito

Resumo

OBSERVANDO AS DIFERENTES LEITURAS DO MITO DE FAETONTE, ORIGINALMENTE CONTADO POR OVÍDIO (43 A.C.~18 D.C.) EM SUAS METAMORFOSES (SÉC. I D.C.), EM COMPARAÇÃO COM A PEÇA EL HIJO DEL SOL, FAETÓN (1662), DE CALDERÓN DE LA BARCA (1600-1681), PERCEBE-SE EM O PRECIPÍCIO DE FAETONTE (1738), DE ANTÔNIO JOSÉ DA SILVA (1704-1739), UM TOM DIFERENCIADO DE EXPLORAÇÃO DA NARRATIVA OVIDIANA, USADA APENAS COMO MOTE, SEM RELAÇÃO DIRETA COM GRANDE PARTE DAS CENAS DA ÓPERA JOCO-SÉRIA PORTUGUESA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Junior Gontijo Rosa, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Mestrando em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas. Projeto: “O criado e o semideus: o tragicômico em O Precipício de Faetonte, de Antônio José da Silva”.
Publicado
2011-11-01
Como Citar
Rosa, C. (2011). DUAS VERSÕES DRAMÁTICAS DO MITO DO FILHO DO SOL. Revista Crioula, (10). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55486
Seção
Dossiê: Dramaturgias em Língua Portuguesa