LEITE DERRAMADO – ALEGRIA TRISTE DE UM PAÍS

Autores

  • Geisa Mueller

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55493

Palavras-chave:

Estatuto patriarcal, Narrador, Ordem social

Resumo

ESTE ESTUDO PRETENDE DEMONSTRAR DE QUE FORMA A CARACTERIZAÇÃO DE MATILDE FIGURA COMO ALEGORIA DA NAÇÃO BRASILEIRA EM LEITE DERRAMADO, DE CHICO BUARQUE. A ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS NARRATIVOS SERÁ ATRAVESSADA PELA TÔNICA DO ESTATUTO PATRIARCAL, NESSE SENTIDO, AS OBRAS RETRATO DO BRASIL, RAÍZES DO BRASIL E GRANDE SERTÃO: VEREDAS SERÃO UTILIZADAS COMO FONTES QUE POSSIBILITAM DESTACAR MODOS DE SUBJETIVIDADE VIGENTES NO PASSADO, MAS QUE, AINDA HOJE, AFETAM NOSSA ORGANIZAÇÃO SOCIAL.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geisa Mueller

Mestranda em Literatura pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), título da pesquisa: Escritura inventiva em José de Alencar: acumulação e releitura da tradição interna da literatura brasileira.

Downloads

Publicado

2011-11-01

Como Citar

Mueller, G. (2011). LEITE DERRAMADO – ALEGRIA TRISTE DE UM PAÍS. Revista Crioula, (10). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55493

Edição

Seção

Artigos e ensaios