MODERNIDADE E ALEGORIA EM O CONTO DA ILHA DESCONHECIDA, DE JOSÉ SARAMAGO

  • Majori Claro Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Palavras-chave: Símbolo, Alegoria, Modernidade

Resumo

O PRESENTE TRABALHO PRETENDE INVESTIGAR A CONSTRUÇÃO SIMBÓLICO-ALEGÓRICA DO LIVRO O CONTO DA ILHA DESCONHECIDA, DE AUTORIA DE JOSÉ SARAMAGO. PARTINDO DA COMPARAÇÃO COM O UNIVERSO DOS MITOS E DOS CONTOS DE FADA E CAMINHANDO EM DIREÇÃO ÀS NARRATIVAS CONTEMPORÂNEAS. O ARTIGO ACABA POR SITUAR A OBRA ANALISADA NUM TERRENO INTERMEDIÁRIO, MODERNO E PARABOLAR, MARCADO PELAS ALEGORIAS, UTILIZANDO-SE DE CONCEITOS PROPOSTOS POR WALTER BENJAMIN E REAPRESENTADOS POR JEANNE MARIE GAGNEBIN A RESPEITO DO VALOR DA ALEGORIA NA MODERNIDADE. ESTE TRABALHO TAMBÉM CAMINHA NO SENTIDO DE IDENTIFICAR, NO TEXTO ANALISADO, O DILEMA DO HOMEM MODERNO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Majori Claro, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Mestranda.
Publicado
2011-11-01
Como Citar
Claro, M. (2011). MODERNIDADE E ALEGORIA EM O CONTO DA ILHA DESCONHECIDA, DE JOSÉ SARAMAGO. Revista Crioula, (10). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55494
Seção
Artigos e ensaios