O RITMO FRENÉTICO E INSTÁVEL DO “EU”: “SER” É UM CÁLCULO (IN) PROVÁVEL

  • Tatiana Prevedello Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Palavras-chave: Identidade, Provisório, Ana Hatherly

Resumo

O FOCO DESTE ARTIGO É A ANÁLISE DAS FIGURAÇÕES IDENTITÁRIAS, REGIDAS PELO SIGNO DO PROVISÓRIO E PELA CONVICÇÃO DA INSTABILIDADE, NA POESIA DA ARTISTA E INTELECTUAL PORTUGUESA ANA HATHERLY. O OBJETIVO É VERIFICAR COMO A VARIAÇÃO, ALIADA AO DIÁLOGO QUE SE ESTABELECE ENTRE IDENTIDADE E SUBJETIVIDADE NA ESCRITA, CONFIGURA AS MÚLTIPLAS FORMAS DE CRIAÇÃO QUE ENTRELAÇAM, ENTRE MUITOS OUTROS RECURSOS ESTÉTICOS, A TRADIÇÃO E A MODERNIDADE NO TRABALHO POÉTICO DE HATHERLY.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Prevedello, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Doutoranda em Literaturas Portuguesa e Luso-Africanas. Pesquisa: “Da expressão do tempo ao estilhaçar do eu: figurações da memória na escrita antuniana”, sob a orientação da Prof. Maria da Glória Bordini.
Publicado
2011-11-01
Como Citar
Prevedello, T. (2011). O RITMO FRENÉTICO E INSTÁVEL DO “EU”: “SER” É UM CÁLCULO (IN) PROVÁVEL. Revista Crioula, (10). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55495
Seção
Artigos e ensaios