O CINEMA MOÇAMBICANO PÓS-COLONIAL: OUTROS OLHARES, OUTROS DISCURSOS.

Autores

  • Alex Santana França Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2013.64732

Palavras-chave:

Cinema moçambicano, Identidade nacional, Estética fílmica.

Resumo

O presente trabalho propõe uma discussão sobre o cinema moçambicano pós-Independência, no intuito de discutir a própria importância do cinema no processo de construção e afirmação da identidade nacional moçambicana. O objeto de estudo em questão trata-se do filme O grande bazar, de Licínio Azevedo, lançado em 2006. A análise fílmica também contemplará o modo de construção narrativa e algumas recorrências temáticas, a fim de destacar traços formais, estéticos e de conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Santana França, Universidade Federal da Bahia

Professor, pesquisador e escritor, graduado em Letras (UFBA), Especialista em Metodologia do Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Indígena (FACE) e Mestre em Literatura e Cultura (UFBA). Aluno do Doutorado do Programa de Pós-graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia.

Downloads

Publicado

2014-07-15

Como Citar

França, A. S. (2014). O CINEMA MOÇAMBICANO PÓS-COLONIAL: OUTROS OLHARES, OUTROS DISCURSOS. Revista Crioula, (13). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2013.64732

Edição

Seção

Artigos e ensaios