O papel da literatura nativa na construção de uma identidade étnico literária no pós-indianismo

Palavras-chave: literatura nativa, literatura menor, critica cultural.

Resumo

Trata-se de situar a questão da literatura nativa como produtora de identidades étnicas no século XXI por meio prioritariamente do conceito de literatura menor. Serão discutidas a especificidade da formação identitária nativa, a situação da produção literária indígena frente ao cânone e como a literatura se constitui como um veículo para o fortalecimento étnico indígenas em meio ao contexto identitário da pós-modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francis Mary Soares Correia da Rosa, Universidade estadual de feira de santana
É aluna regular do Mestrado em Critica Cultural e Pós-Critica da Universidade Estadual da Bahia onde estuda a produção literária de Olívio Jekupé como uma literatura menor. Graduou-se em Licenciatura Plena em História pela Universidade do Estado da Bahia (2005) e possui Especialização em Filosofia Contemporânea pela UEFS (2010). Possui pós-graduação (modalidade atualização) em Educação Ambiental pela UFBA (2013) e gradua-se em Administração de Empresas pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Cursou duas disciplinas como aluna especial do Mestrado em Desenho, Cultura e Interatividade (UEFS-2013) e do Mestrado em Educação (UEFS-2013) dedicando suas pesquisas ao estudo do pensamento deleuziano e sua implicância na educação e no estudo da literatura menor, concentrando-se nas textualidades indígenas. Tem experiência na área de História, Educação Ambiental, Literatura comparada e Filosofia Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura menor, Subalternidade e Micropolítica, Literatura comparada e , livro-rizoma. Enquanto pesquisadora, interessa-se pela relação entre Memória, Literatura Indígena, literatura menor e Oralitura. É professora substituta do DCHF da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Referências

BARZOTTO. Leoné Astride. “A construção da identidade cultural por meio do texto literário pós-colonial: Brasil e Guiana”, in Alexandra Santos Pinheiro; Paulo Bungart Neto (org.). Estudos Culturais e Contemporaneidade: Literatura, História e Memória Dourados: Ed. UFGD, 2012. pp.81-107.

BHABHA, H. Locais da Cultura. IN: O local da Cultura. Trad. Myrian Ávila, E. Lourenço e Gláucia Gonçalves. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.

COLL, Agustí Nicolau. Propostas para uma diversidade cultural intercultural na era da globalização: São Paulo, Instituto Pólis, 2002. 124p. (Cadernos de Proposições para o Século XXI, 2)

DELEUZE, Gilles. “La Litérature et la Vie”, Critique et Clinique, Minuit, Paris, 1993, pp. 11-17.

DELEUZE, G. GUATTARI, F. Mil Platôs. Volume I. Tradução Aurélio Guerra Neto e Celia Pinto Costa. São Paulo: editora 34, 2009.

DELEUZE, G. e GUATTARI, F. Mil Platôs: Vol. II. Capitalismo e Esquizofrenia: São Paulo: Editora 34, 2011.

DELEUZE, Gilles; PARNET. Claire. Diálogos. Tradução Eloisa Araújo Ribeiro, São Paulo: Escuta: 1998.

DELEUZE, G. e GUATTARI, F. Kafka - Para uma Literatura Menor. Ed.0789, Lisboa. Editions Minuit, 2003.

GRAÚNA, Graça. Contrapontos da literatura indígena contemporânea no Brasil. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2013.

GUZMÁN, Tracy Devine. Native and National in Brazil: Indigeneity after Independence. Carolina do Norte: A project of First Peoples: New Directions in Indigenous Studies, 2013.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade: tradução de Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro. 11ª edição. Rio de Janeiro: DP& A, 2011.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico, 21º edição. Zahar: Rio de Janeiro, 2001.

RAMOS, Alcida Rita. Os Direitos do índio no Brasil: Na encruzilhada da cidadania. Brasília: UNB, 1991.

SEGATO, Rita Laura. Los cauces profundos de la raza latinoamericana: una relectura del mestizaje. Crítica y Emancipación, (3): 11-44, primer semestre 2010.

MUNDURUKU, Daniel. O Banquete do Deuses: conversa sobre a origem da cultura brasileira. 2ª ed. São Paulo: Global, 2009.

MOREIRA, Osmar. Folhas Venenosas do Discurso: Um Diálogo entre Oswald de Andrade e João Ubaldo Ribeiro. Salvador: Uneb, Quarteto, 2002.

Publicado
2015-04-25
Como Citar
Soares Correia da Rosa, F. (2015). O papel da literatura nativa na construção de uma identidade étnico literária no pós-indianismo. Revista Crioula, (15). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2015.85950
Seção
Dossiê: Literatura e Resistência