De fantasia e vingança- "Um muito humano Fabiano"

  • Luzia Carvalho Barros Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP
Palavras-chave: Fome, banditismo, neorrealismo, vingança, noite.

Resumo

Buscando perscrutar o interior do protagonista de Vidas Secas, de Graciliano Ramos, analisaremos as noites descritas no romance, iluminadas por velas ou fogueiras, cuja luz se reflete no interior da personagem, levando-a à reflexão. O percurso do protagonista para reaver sua dignidade, após a prisão, levando-o a querer ser um cangaceiro, é analisado com base nas concepções de banditismo de Eric Hobsbawm e na relação entre fome e banditismo entendida por Josué de Castro. Lembrando que, na busca da superação, a entrada para o mundo do crime é uma possibilidade humana em cenários de crise de abastecimento. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luzia Carvalho Barros, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP
Letras Clássicas e Vernáculas - Estudos Comparados de Literaturas de Lingua Portuguesa.
Publicado
2015-12-17
Como Citar
Barros, L. (2015). De fantasia e vingança- "Um muito humano Fabiano". Revista Crioula, (16). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2016.97524
Seção
Artigos e ensaios