[1]
M. N. de C. Mota, “Leite de peito e leite de pedra: uma USP feminina e negroperiférica”, Rev. Crioula, nº 21, p. 487-495, jun. 2018.