[1]
C. D. M. ALVES, “Corpos – fêmeos (in)visibilizados e socializados nas redes”, Rev. Crioula, vol. 1, nº 23, p. 356-357, ago. 2019.