[1]
L. Barossi, “E SE HOUVESSE UMA HECATOMBE AGORA? A RELATIVIDADE DA PERSPECTIVA DISTÓPICA NA NARRATIVA PÓS-APOCALÍPTICA DE PEPETELA”, Rev. Crioula, nº 13, jul. 2014.