[1]
A. A. Maia, “Memórias de uma trajetória inesquecível”, Rev. Crioula, nº 15, abr. 2015.