Indivíduo e narradores em "O Judeu" e "Português, escritor, quarenta e cinco anos de idade"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v12i23p25-40

Palavras-chave:

Bernardo Santareno, Narradores no teatro, Autobiografia, Tragédia, Teatro épico

Resumo

Desde sempre presentes no teatro, os narradores reencontram uma funcionalidade dramatúrgica própria no âmbito da sintaxe teatral brechtiana, cuja influência prevalece na segunda fase do teatro de B. Santareno. Os narradores no teatro, estruturado nas tipologias propostas por B. Richardson (1988), permitem um jogo de perspetivas que concorre para a interpretação dinâmica dos acontecimentos apresentados em palco pretendida pelo teatro épico. Nas peças O Judeu (1966) e Português, escritor, quarenta e cinco anos de idade (1974), B. Santareno recorre a diversas tipologias de narrador cuja função iremos analisar. Em ambas as peças, nas quais é central a figura de um dramaturgo, emerge uma reflexão sobre a função social do teatro e a pertinência de o escrever numa sociedade marcada pela censura. Reflexão em que sobressaem da estrutura das duas peças alguns elementos de dualidade, ou ambivalência, que, embora não reduzam a matriz épica dos textos, questionam a prerrogativa cultural do teatro enquanto meio privilegiado de transformação da sociedade. Esperamos demonstrar que em O Judeu esses elementos são atinentes ao género trágico, enquanto que em Português, escritor, quarenta e cinco anos de idade estão ligadas ao caráter autobiográfico com que o texto e a representação são apresentados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elsa Rita dos Santos, Universidade de Lisboa. Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas

Professora contratada da Universidade de Trento e de Pádua, e membro do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas (CLEPUL) da Universidade de Lisboa.  Doutora pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Referências

BARATA, José Oliveira. “A emergência da história na literatura dramática portuguesa”. In: O espaço literário do teatro. Estudos sobre a literatura dramática portuguesa I, A Coruña: Biblioteca-Arquivo Teatral “Francisco Pillado Mayor”, 2001.

BARATA, José Oliveira. Para uma leitura de O Judeu de Bernardo Santareno. Porto: Afrontamento, 1983.

DELILLE, Maria Manuela Gouveia. “O Judeu de Bernardo Santareno: suas relações com o teatro épico de Bertolt Brecht e com o teatro de Peter Weiss”. Runa, Lisboa, nº 2, p. 53-76, 1984.

DELILLE, Maria Manuela Gouveia. Do pobre B.B. em Portugal: aspectos da recepção de Bertolt Brecht antes e depois do 25 de Abril de 1974. Aveiro: Estante, 1991.

GIL, José. Portugal. Hoje: o Medo de Existir. Lisboa: Relógio d'Água, 2004.

LEJEUNE, Philippe. Il patto autobiográfico. Bologna: Il Mulino, 1986.

PAULO, Rogério. “Querido Bernardo Santareno”. O judeu: de Bernardo Santareno [programa]. Lisboa: T.N.D.M. II, 1981.

POZUELO YVANCOS, José María. De la autobiografia. Teoría y estilos. Barcelona: Crítica, 2006.

REBELLO, Luiz Francisco. O judeu: de Bernardo Santareno: [programa]. Lisboa: T.N.D.M. II, 1981.

REBELLO, Luiz Francisco. História do teatro português. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1989 (1967).

RICHARDSON, Brian. “Point of view in drama: diegetic monologue, unreliable narrators, and the author’s voice on stage”. Comparative drama, vol. 22, n° 3, p. 193-214, Fall 1988.

RITA DOS SANTOS, Elsa. “A expressão do trágico n'O Judeu, de Bernardo Santareno”, Sinais de Cena, v. 18, p. 70-73, 2012.

RUIZ RAMÓN, Francisco. “VIII. El drama historico”. Celebración y catarsis. Leer el teatro español. Murcia: Universidade de Murcia, p. 165-185, 1988.

SANCHIS SINISTERRA, José. Dramaturgia de textos narrativos. Ciudad Real: Ñaque Editora, 2003.

SANTARENO, Bernardo. O Judeu. Narrativa dramática em três actos. Lisboa: Edições Ática, 1971³ (1966).

SANTARENO, Bernardo. Português, escritor, quarenta e cinco anos de idade. Lisboa: Edições Ática, 1974.

Entrevista de Raúl Durão a Bernardo Santareno, 02/05/1974, RTP, https://arquivos.rtp.pt/conteudos/entrevista-a-bernardo-santareno-artur-ramos-e-rogerio-paulo/

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

Santos, E. R. dos. (2020). Indivíduo e narradores em "O Judeu" e "Português, escritor, quarenta e cinco anos de idade". Revista Desassossego, 12(23), 25-40. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v12i23p25-40