AS PALAVRAS DE EUGÉNIO DE ANDRADE

Autores

  • Raquel Menezes Mestranda Literatura Portuguesa, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v2i3p138-146

Palavras-chave:

Eugénio de Andrade, Poesia portuguesa contemporânea, dialogismo

Resumo

Eugénio de Andrade, autor de "As palavras interditas", publicado em 1951, tem como forte característica em sua poesia a importância da palavra, tanto imagética como ritmicamente. Isso o torna, para Gastão Cruz, um dos "Quinze Poetas Portugueses do Século XX", por, entre outros motivos, ter a “capacidade de restituir à palavra o lugar central na construção do poema, como elemento estrutural”, como também faz Sophia de Mello Breyner, por exemplo. Serão, pois, tecidas “As palavras” de Eugénio, bem como outros poemas de sua autoria, à poesia portuguesa contemporânea, em atenção à teoria do dialogismo em literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-10

Como Citar

Menezes, R. (2010). AS PALAVRAS DE EUGÉNIO DE ANDRADE. Revista Desassossego, 2(3), 138-146. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v2i3p138-146