ANTROPOFAGIAS GRAMATICAIS NA POÉTICA DE HERBERTO HELDER

Autores

  • Roberto Bezerra de Menezes Universidade Regional do Cariri - URCA

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v5i10p97-107

Palavras-chave:

Poesia. Corpo. Linguagem.

Resumo

O texto apresenta uma leitura de dois poemas do livro Antropofagias, de Herberto Helder. A análise parte da visão teórico-filosófica de Maurice Blanchot e de Giorgio Agamben.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Bezerra de Menezes, Universidade Regional do Cariri - URCA

Mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará. Professor temporário da Universidade Regional do Cariri - URCA, na Unidade Descentralizada de Campos Sales. Atua, principalmente, na área de Teoria da Literatura e de poesia contemporânea de Língua Portuguesa. Desenvolve pesquisas em torno dos escritos de Herberto Helder.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. “O fim do poema”. Tradução de Sérgio Alcides. In: Cacto, n. 1. 2º sem., 2002. pp. 142-9.

BLANCHOT, Maurice. L’écriture du desastre. Paris: Gallimard, 1980.

___________. L’entretien infini. Paris: Gallimard, 1969.

___________. L’espace littéraire. Paris: Gallimard, 2009.

COMPAGNON, Antoine. “O mundo”. In: ___. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Tradução de Cleonice P. B. Mourão e Consuelo F. Santiago. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

DELEUZE, Gilles. Crítica e clínica. Tradução de Peter Pál Pelbart. São Paulo: Ed. 34, 1997.

GUEDES, Maria Estela. Herberto Helder: poeta obscuro. Lisboa: Moraes Editores, 1979. Disponível em http://www.triplov.com/poeta_obscuro/index.html. Acesso em 30 de setembro de 2008.

HELDER, Herberto. As magias. Lisboa: Assírio & Alvim, 2010.

________. Ou o poema contínuo. São Paulo: A Girafa Editora, 2006A.

________. "Entrevista". In: Inimigo Rumor, n. 11. Rio de Janeiro: 7letras, 2° semestre de 2001.

________. Photomaton & Vox. Lisboa: Assírio & Alvim, 2006B.

MARTINS, Manuel Frias. Herberto Helder: um silêncio de bronze. Lisboa: Livros Horizonte, 1983.

PAZ, Octavio. Signos em rotação. Tradução de Sebastião Uchoa Leite. São Paulo: Perspectiva, 2009.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Flores da escrivaninha: ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

PUCHEU, Alberto. O amante da literatura. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2010.

RISO, Clara. “Auto-bio-thanato-grafia: a experiência do silêncio em Photomaton & Vox, de Herberto Helder”. In: SCRIPTA, Departamento de Letras da PUC Minas, v. 8, n. 15, 2º sem., 2004. pp. 46-59.

Downloads

Publicado

2013-12-18

Como Citar

Menezes, R. B. de. (2013). ANTROPOFAGIAS GRAMATICAIS NA POÉTICA DE HERBERTO HELDER. Revista Desassossego, 5(10), 97-107. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v5i10p97-107

Edição

Seção

Vária