[1]
M. S. P. Lessa, “Não leiam delicados este livro: 100 poemas de Jorge de Sena”, Rev. Desassossego, vol. 11, nº 21, p. 108-110, dez. 2019.