O Eterno Retorno do Mesmo de Nietzsche na Estética de Schopenhauer

Autores

  • Jair Barbosa Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.1997.38022

Palavras-chave:

Schopenhauer, Nietzsche, vontade, mundo fenomênico, eterno retorno.

Resumo

O artigo pretende mostrar que o pensamento do eterno retorno do mesmo de Nietzsche não é seu pensamento mais abismal (abgründlicher). como diz Ecce homo. mas na verdade tem um Grund (fundamento) bem localizado na filosofia de Schopenhauer. em especial nos textos estéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jair Barbosa, Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Estudante de pós-graduação do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

1997-12-09

Como Citar

Barbosa, J. (1997). O Eterno Retorno do Mesmo de Nietzsche na Estética de Schopenhauer. Discurso, (28), 145-158. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.1997.38022

Edição

Seção

Nao definda