[1]
L. Codato, “Kant, Crítica da razão pura (Resenha)”, Discurso (São Paulo), vol. 1, nº 43, p. 291-300, set. 2013.