[1]
R. Brandão, “Voltaire sobre Shakespeare e Newton ou o gênio e o gosto nas artes e ciências”, Discurso (São Paulo), vol. 1, nº 44, p. 161-188, dez. 2014.