O futuro da democracia: cenários político-institucionais até 2022

  • Amaury de Souza MCM Consultores Associados
  • Bolívar Lamounier Augurium Consultoria
Palavras-chave: Democracia, Cenários político-institucionais, Método Delphi, Reforma política, Políticas públicas, Equilíbrio republicano, Fragmentação conflituosa, Democracia tutelada, Sistema eleitoral, Sistema de partidos, Sistema de governo

Resumo

O PRESENTE artigo relata os resultados de um exercício de cenários políticos realizado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP) no quadro de um projeto mais amplo patrocinado pelo Executivo federal. Os autores traçam inicialmente um cenário positivo, caracterizado por estabilidade política, aperfeiçoamento do sistema de partidos e do Legislativo, e melhores políticas sociais. Passam, em seguida, a dois cenários negativos, nos quais aqueles objetivos dificilmente serão atingidos. Dado que a ocorrência do cenário positivo provavelmente exigirá reformas políticas substanciais, os autores analisam algumas das propostas debatidas ao longo das últimas duas décadas, notadamente as que objetivam fortalecer o sistema partidário, melhorar as relações Executivo versus Legislativo e tornar o sistema como um todo mais representativo (accountable).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-04-01
Como Citar
Souza, A., & Lamounier, B. (2006). O futuro da democracia: cenários político-institucionais até 2022 . Estudos Avançados, 20(56), 43-60. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10121
Seção
Dossiê Brasil: o país no futuro