Impasses e controvérsias da hidreletricidade

  • Célio Bermann USP; Instituto de Eletrotécnica e Energia
Palavras-chave: Política energética e ambiental, Hidreletricidade e meio ambiente, Hidreletricidade e sociedade, Conflitos sociais, Atingidos por barragens

Resumo

O presente artigo faz uma avaliação da hidreletricidade no Brasil a partir da sua importância na matriz elétrica do país, do caráter prioritário que a geração hidrelétrica assume na gestão dos recursos hídricos, e dos impasses e controvérsias do ponto de vista social e ambiental decorrentes da implantação e operação dos empreendimentos hidrelétricos. Para ilustrar as questões levantadas com relação às grandes usinas, são referenciados dois estudos de caso - a UHE Tijuco Alto, em processo de licenciamento ambiental pelo Ibama; e a UHE Barra Grande, cujo processo de licenciamento foi marcado por uma série de irregularidades. Por fim, são apontadas possíveis alternativas para a geração hidrelétrica, em particular a repotenciação de usinas e um maior incentivo às pequenas centrais hidrelétricas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-04-01
Como Citar
Bermann, C. (2007). Impasses e controvérsias da hidreletricidade . Estudos Avançados, 21(59), 139-153. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10211
Seção
Dossiê Energia