O uso energético da madeira

  • José Otávio Brito USP; Esalq
Palavras-chave: Brasil, Madeira para energia, Aspectos quantitativos e estratégicos

Resumo

Uma importante retomada de crescimento, observada nos últimos dez anos, vem tomando conta da tendência de declínio do consumo de madeira para energia no Brasil, iniciada na metade do século passado. Diante desse fato, o uso energético continua representando o maior consumo de madeira para um fim específico no país, atingindo 61% do volume total. Em que pese tal aspecto, há ainda muito a ser conquistado, quanto à definição e à implantação de ações pragmáticas, para a real valorização desse uso no país. Neste trabalho são debatidos os aspectos quantitativos relacionado a tal aplicação, seu espaço estratégico e as demandas de definições e de ações a ela relacionadas. É ainda mostrado que antigas necessidades ainda não foram devidamente contempladas, no sentido da consolidação dessa importante e fundamental forma de aplicação da madeira, considerando-se os dias atuais, em que a utilização de fontes fósseis de energia está sendo fortemente questionada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-04-01
Como Citar
Brito, J. (2007). O uso energético da madeira . Estudos Avançados, 21(59), 185-193. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10215
Seção
Dossiê Energia