Escola Plural

Autores

  • Glaura Vasques de Miranda UFMG; Faculdade de Educação

Palavras-chave:

Escola Plural, Educação, Ensino Fundamental e Médio, Escola pública

Resumo

Este artigo apresenta a Escola Plural, implantada na rede municipal de ensino de Belo Horizonte, no período 1993/1996. A proposta foi considerada inovadora por muitos, polêmica por outros, por ter procurado romper com a cultura tradicional da escola pública, implementando uma concepção de educação mais ampla, democrática, inclusiva, plural, que leve em conta múltiplas dimensões da formação da pessoa humana e na qual as crianças das classes populares tivessem condições de ser bem-sucedidas. Buscava-se responder aos desafios presentes nas políticas públicas para expandir o Ensino Fundamental e, especialmente, melhorar a qualidade da escola pública. O texto apresenta a proposta, algumas polêmicas e resultados de avaliação de seus efeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2007-08-01

Como Citar

Miranda, G. V. de. (2007). Escola Plural . Estudos Avançados, 21(60), 61-74. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10237

Edição

Seção

Qualidade do Ensino