Experiências de políticas em alimentação e nutrição

Autores

  • Semíramis Martins Álvares Domene Pontifícia Universidade Católica de Campinas; Faculdade de Nutrição
  • Rosana Rodrigues Lemes Ota Secretaria Municiapal de Saúde de Diadema; Escola de Saúde
  • Eduardo Augusto Fernandes Nilson Ministério da Saúde; SAS; DAB
  • Miriam Izabel Simões Ollertz Centro de Recuperação e Educação Nutricional
  • Tereza Toshiko Watanabe Sesi-SP; Diretoria de Alimentação
  • Paulo Rogério Gallo Universidade de São Paulo; Faculdade de Saúde Pública

Palavras-chave:

Políticas de alimentação, Fome, Desnutrição, Abordagem interdisciplinar

Resumo

Medidas para o enfrentamento da fome e da desnutrição vêm sendo associadas a ações de prevenção dos efeitos da má nutrição, especialmente a obesidade e outras doenças crônicas, dado o aumento da sua prevalência. Esse quadro epidemiológico complexo exige a concepção de projetos estruturantes de médio e longo prazos ao lado de ações imediatas e criativas, para resposta a situações emergenciais quando da falta do alimento. Entre as propostas nascidas no setor público, no setor produtivo, em universidades e em organizações da sociedade civil, observa-se elevado grau de insucesso, a despeito da seriedade dos proponentes, levando à sua interrupção, com efeitos danosos para ambas as partes. Este artigo contém o relato de experiências de êxito, com elementos para a análise dos principais problemas comuns às políticas na área de alimentação e nutrição e formas de superação, e é o resultado do trabalho de pesquisadores, gestores públicos e técnicos que se reuniram em oficina interdisciplinar promovida pelo Grupo de Estudos Nutrição e Pobreza do IEA em 2005, cujo objetivo foi fornecer subsídios para o aprimoramento de políticas públicas na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2007-08-01

Como Citar

Domene, S. M. Álvares, Ota, R. R. L., Nilson, E. A. F., Ollertz, M. I. S., Watanabe, T. T., & Gallo, P. R. (2007). Experiências de políticas em alimentação e nutrição . Estudos Avançados, 21(60), 161-178. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10246

Edição

Seção

Alimentação e Educação II