Luiz Gama: um abolicionista leitor de Renan

Autores

  • Ligia Fonseca Ferreira Universidade de Paris

Palavras-chave:

Luiz Gama, Ernest Renan, Joaquim Nabuco, Abolicionismo, Republicanismo, Escravidão, Maçonaria, São Paulo século XIX, Vida de Jesus

Resumo

O hisoriador e filósofo Ernest Renan exerceu grande influência, hoje um tanto esquecida, sobre uma boa parte da elite intelectual brasileira engajada em reformas e movimentos que caracterizam a transição da Monarquia para a República. Dentre eles, destaca-se o abolicionista Luiz Gama, caso único de um ex-escravo autodidata que alcança projeção no cenário político e na República das Letras. Leitor precoce de Vida de Jesus, obra seminal do pensador francês, o advogado dos escravos é um dos primeiros a referir-se à obra que contou com inédita tradução brasileira, pouco depois de sua publicação na França. Por fim, observamos a apropriação das idéias renanianas por parte de personalidades diversas do ponto de vista social e racial, estabelecendo um paralelo entre Luiz Gama e Joaquim Nabuco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-08-01

Como Citar

Ferreira, L. F. (2007). Luiz Gama: um abolicionista leitor de Renan . Estudos Avançados, 21(60), 271-288. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10253

Edição

Seção

Textos