Para que servem os inventários de fauna?

Autores

  • Luís Fábio Silveira
  • Beatriz de Mello Beisiegel
  • Felipe Franco Curcio
  • Paula Hanna Valdujo
  • Marianna Dixo
  • Vanessa Kruth Verdade
  • George Mendes Taliaferro Mattox
  • Patrícia Teresa Monteiro Cunningham

Palavras-chave:

Biodiversidade, Fauna, Métodos de amostragem, Legislação

Resumo

Inventários de fauna acessam diretamente a diversidade de uma localidade, em um determinado espaço e tempo. Os dados primários gerados pelos inventários compõem uma das ferramentas mais importantes na tomada de decisões a respeito do manejo de áreas naturais. Entretanto, vários problemas têm sido observados em diversos níveis relacionados aos inventários de fauna no Brasil e vão desde a formação de recursos humanos até a ausência de padronização, de desenho experimental e de seleção de métodos inadequados. São apresentados estudos de caso com mamíferos, répteis, anfíbios e peixes, nos quais são discutidos problemas como variabilidade temporal e métodos para detecção de fauna terrestre, sugerindo que tanto os inventários quanto os programas de monitoramento devam se estender por prazos maiores e que os inventários devem incluir diferentes metodologias para que os seus objetivos sejam plenamente alcançados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2010-01-01

Como Citar

Silveira, L. F., Beisiegel, B. de M., Curcio, F. F., Valdujo, P. H., Dixo, M., Verdade, V. K., Mattox, G. M. T., & Cunningham, P. T. M. (2010). Para que servem os inventários de fauna? . Estudos Avançados, 24(68), 173-207. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10474

Edição

Seção

Gestão e estudos ambientais