As revoluções russas e a emergência do socialismo autoritário

Autores

  • Daniel Aarão Reis Universidade Federal Fluminense; Programa de Pós-Graduação em História

Palavras-chave:

Revolução, Socialismo, Rússia, Guerra, Autoritarismo

Resumo

O artigo trata das revoluções russas e a necessidade de propor a superação dos-lugares comuns associados às tradições historiográficas liberais e soviéticas. A inserção da Revolução de Outubro de 1917 no contexto de um ciclo revolucionário que compreende cinco momentos: a revolução de 1905; as duas revoluções de 1917; as guerras civis que se estenderam entre 1918 e 1921; a revolução de Kronstadt, em 1921. A importância decisiva das guerras civis (uma revolução na revolução) na emergência de um novo tipo de socialismo - um socialismo autoritário, imprevisto e não desejado pelas tradições socialistas no século XIX. O debate a respeito do caráter da Revolução de Outubro e do socialismo soviético. A necessidade de se pensar as bases históricas e sociais do socialismo autoritário do ponto de vista de sua superação e da construção de um socialismo - reinventado - no século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-01

Como Citar

Reis, D. A. (2017). As revoluções russas e a emergência do socialismo autoritário. Estudos Avançados, 31(91), 67-79. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/141905

Edição

Seção

Centenário da Revolução Russa