O ensino de Geografia como prática espacial de significação

Autores

  • Rafael Straforini Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5935/0103-4014.20180037

Palavras-chave:

Ensino de Geografia, Espacialidade dos fenômenos, Práticas espaciais

Resumo

Este texto tem por objetivo retomar o debate em torno da importância do ensino de Geografia como disciplina escolar na Educação Básica brasileira. Defendemos que essa disciplina escolar tem um papel importante na formação do cidadão crítico reflexivo ao possibilitar aos escolares a compreensão da espacialidade dos fenômenos, de modo que possam operar os conhecimentos geográficos em sua vida cotidiana e produzir práticas espaciais insurgentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Straforini, Universidade Estadual de Campinas

é professor do Departamento de Geografia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Downloads

Publicado

2018-12-12

Como Citar

Straforini, R. (2018). O ensino de Geografia como prática espacial de significação. Estudos Avançados, 32(93), 175-195. https://doi.org/10.5935/0103-4014.20180037

Edição

Seção

Ensino de Humanidades